Alex Damasceno

Exercício físico pode ajudar no combate a depressão?

Exercício físico pode ajudar no combate a depressão?

Alex Damasceno é professor de Educação Física e escreve sempre sobre atividade física a cada 15 dias | @alexdamasceno89

A depressão ou TDM (Transtorno Depressivo Maior) é um distúrbio mental de combinações causais diversas, incluindo fatores genéticos, ambientais e psicológicos que apresentam variação contributária destes em cada caso, de forma que os acometidos por esse mesmo transtorno vem à condição por vias distintas.

Estima-se que a maior taxa de depressão do continente latino-americano está entre os brasileiros, impactando cerca de 12 milhões de pessoas. Segundo um relatório recente da Organização Mundial de Saúde, são cerca de 330 milhões de pessoas em todo o mundo que convivem com a doença e seus impactos no cotidiano.

O exercício físico há algum tempo surge como um grande aliado no combate à depressão e suas intercorrências. Além de proporcionar benefícios físicos e psicológicos, diminuição da insônia ou tensão e melhora do humor, a prática de exercícios físicos libera hormônios responsáveis pela sensação de prazer, bem estar e felicidade. É o caso da dopamina, serotonina e adrenalina.

Portanto na literatura científica, é comum o exercício físico ser parte do tratamento de pessoas que são acometidas por essa doença que nesse período de pandemia da Covid-19 aumentou exacerbadamente em todo o mundo.

Qual sua reação?

Animado
1
Feliz
0
Apaixonado
0
Incerto
0
Bobo
0

Você pode gostar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *